Tarde de alegria e descobertas para crianças que visitaram a SNCT

Tarde de alegria e descobertas para crianças que visitaram a SNCT
outubro 20 12:29 2012

 

alegriaCrianças de 4 a 5 anos da creche Sonho de Criança, localizada na comunidade Terra Livre, no Parque Vitória, se encantaram com as atrações da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) que acontece até este sábado (20), às 20h, na área externa do São Luís Shopping. O grupo formado por 40 crianças passearam por vários stands da SNCT e cada local uma nova descoberta. Muitas delas tiveram pela primeira vez contato com o mundo virtual, como o caso da pequena Lorane Jansen, 4 anos, que ficou admirada com a tela touch screen onde pôde fazer passeios por igrejas do Centro Histórico da Capital. “Eu gosto de tocar e aparecer a figura bem grande. Fica bonito”, disse encantada Lorane.

peixeNo aquário virtual, uma diversão. As crianças se jogaram no tapete virtual na tentativa de pegar os peixinhos coloridos que nadavam próximos os olhos e braços atentos e ágeis na ânsia de pegá-los, encantadas com os efeitos da tela virtual instalada no piso do espaço tecnológico, uma das atrações da semana. Já no planetário, uma viagem aos planetas do sistema solar. Uma viagem no universo e na descoberta das cores que têm os planetas e estrelas.

A diretora da creche Ana Patrícia Lucenna disse que tudo era novidade na vida das crianças, porque nunca tinham tido oportunidade de fazer passeios como este a SNCT e, portanto, a experiência era muito rica em todos os sentidos. “Um passeio que eleva a autoestima. Eles acreditam mesmo que entraram em uma nave. Uma experiência rica que será levada para dentro de casa quando contarem aos pais onde estiveram”, observou a diretora.

Júlia Vitória,4 anos, quando saiu do planetária toda feliz contou que viu uma estrelinha bem de pertinho. “Eu quase peguei na estrela, só que eu não podia me levantar, por isso não deu para eu tocar”,contou admirada.

No grande carro Magirus do Corpo de Bombeiros conheceram a cabine e se divertiram com as luzes, escada e comandos do carro. Antes de saírem do passeio foram recepcionados pelas universitárias do curso de pedagogia do CEUMA com teatrinho, canções e belos desenhos.Uma tarde inesquecível,segundo a pedagoga que trabalha na creche, Márcia Regina Machado. “O dia vai ficar marcado para sempre na vida dessas crianças, e quando chegar sala de aula vamos explorar todas as descobertas feitas nesse passeio”, pontuou.

Apresentação cultural – A sexta-feira na SNCT foi mesmo dedicada as crianças. Além dos pavilhões, elas também ocuparam o palco com apresentações culturais. O grupo, formado por crianças e adolescentes integrantes da Orquestra de Sotaques , da Casa da Acolhida, localizada no olho d´água, desenvolve trabalho educativo nas áreas da leitura, teatro, dança, música, capoeira, futebol e reforço escolar com crianças de comunidades dos bairros da Vila Luizão, Sol e Mar, Divinéia e olho d´água.

Um trabalho que já tem resultado comprovado com os três amigos que tocam na banda, Jerfesson Pereira  e Marcelo Carvalho, ambos de 14 anos  e Caique Santos, 11 anos. Eles afirma que antes de ingressar na banda ficavam ociosos nas ruas do bairro onde moram e que depois de conhecerem a música novos horizontes se abriram. “Agora eu penso em estudar música e crescer na vida”, declarou Jerfesson Pereira.

No palco eles mostraram o brilho e toda musicalidade que aprenderam com o mestre Bamba, maestro da orquestra. Os rapazes e moças com idade de 7 a 14 anos, apresentaram um repertório luxuoso de renomados compositores e músicos maranhenses, que colocou o público para dançar cantando e tocando sucessos como “Carcará , de João do Vale, e “Não deixa samba morrer”, Alcione,e tantos outros ritmos maranhenses como bumba meu boi, afoxé e  sambas enredos. “Ficamos felizes com o carinho do público e agradecemos a oportunidade de um evento grande como este abrir espaço para nossas crianças”, falou mestre Bamba, maestro da orquestra.

A SNCT acontece paralelamente em todo o país, é promovida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e coordenada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior-Sectec e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão-Fapema.

  Categorias: