TV UFMA exibe série “Sessão Guarnicê”

TV UFMA exibe série “Sessão Guarnicê”
janeiro 19 17:58 2017

Murilo Santos fala dos desafios de  filmar Elias Zí e Bandeiras Verdes em serie sobre cinema maranhensePúblico poderá assistir conteúdo adicional em multiplataformas

No dia 21 de janeiro, às 17h, estreia pela TV UFMA, a primeira temporada da série Sessão Guarnicê, que traz entrevistas com os primeiros cineastas maranhense das décadas de 70, 80 e 90, que colaboraram com a criação do Festival Guarnicê de Cinema e também com o movimento Super 8 no Estado. A temporada tem 6 episódios de 60 minutos, que serão exibidos sempre aos sábados, no mesmo horário da estreia.

A série recebeu financiamento da FAPEMA, via edital 26/2015 ADOC. O projeto foi coordenado pelo prof. dr. Silvano Bezerra da Silva, diretor da TV UFMA. “O programa é resultado de um projeto que desenvolvemos para resgatar a memória do mais antigo festival de cinema do Maranhão, o Festival Guarnicê, que completa 40 anos em 2017”, explica o diretor.

De acordo com o diretor e apresentador da série, o jornalista Alexandre Bruno Gouveia, o Sessão Guarnicê brinca com a linguagem cinematográfica. “O cenário remete ao ambiente de sala de cinema e as entrevistas são entrecortadas por depoimentos dos comentadores, dando tom documental a série”, comenta.

Ainda segundo o jornalista, o Sessão Guarnicê conta com a participação de cineastas e especialistas de reconhecimento nacional como o cineasta Murilo Santos (UFMA), o pesquisador, poeta e ensaísta Alberto Pucheu (UFRJ), o cineasta e professor de cinema João de Lima (UFPB), entre outros. “Dedicamos um episódio inteiro para os comentaristas que narram à história da cinematografia recente maranhense, e falam sobre a força da imagem na sociedade contemporânea”, destaca Gouveia.

Conteúdo em multiplataformas

Com proposta inovadora, a TV UFMA exibirá a série em multiplataformas. É o que afirma Silvano Silva, diretor da TV. “Vamos disponibilizar conteúdo adicional via QR CODE. O público poderá assistir ao Sessão Guarnicê e, ao mesmo tempo, ver os filmes citados nas entrevistas em dispositivos móveis que tenham câmera digital e software de leitura para o código”, explica o diretor da TV UFMA.

.“Os programas de televisão hoje têm potencial para criar conexões com o público por meio das novas tecnologias, e é nisso que a TV UFMA está apostando. Seremos a primeira televisão universitária e maranhense a explorar outras plataformas simultâneas de distribuição de conteúdo”, finaliza.

  Categorias: