Uema tem mestrado em Agricultura e Ambiente aprovado pela Capes

novembro 18 19:00 2016

A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) teve, na última sexta-feira (11), aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) o mestrado em Agricultura e Ambiente que será ofertado no campus de Imperatriz. A expansão dos cursos de pós-graduação é o resultado dos investimentos do Governo do Estado do Maranhão, que tem atuado de forma a ampliar a oferta de vagas e cursos de nível superior no estado, bem como de pós-graduação.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, afirmou que a abertura de novos programas de pós-graduação contribuirá para a ampliação do número de mestres e doutores e a qualidade da produção cientifica. “O governo tem apoiado a expansão dos cursos de pós-graduação para elevar o nível da nossa pesquisa científica. Contamos com maranhenses altamente qualificados, comprometidos nos desafios de desenvolvimento do estado”, destacou o secretário.

No atual governo, os investimentos nesta área têm sido potencializados. Além do apoio dado aos pesquisadores maranhenses por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), que tem contribuído para o desenvolvimento da pesquisa no Estado e a criação de novos cursos de pós-graduação, o Governo do Estado tem feito fortes investimentos na Uema.

Somente nos 18 primeiros meses de governo foram aplicados R$ 40 milhões em execução de obras de construção, ampliação, melhorias e a inserção de programas de governo na universidade. Logo ao assumir o governo, Flávio Dino assegurou R$ 35 milhões, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDS), para a construção do campus de Imperatriz e São Bento, vocacionados para a área de Ciências Agrárias.
Para o campus de São Luís, os recursos foram destinados à construção dos cursos de Engenharia da Computação, Matemática e Física, além de verbas destinadas ao centro da Uema no município de São João dos Patos.

Ganhos para a região

A aprovação do curso de mestrado para Imperatriz é mais um ganho para a região, que contará, a partir de 2017, também com a nova Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul). Sancionada no início deste mês pelo governador Flávio Dino, a nova universidade visa valorizar vocações locais e promover o desenvolvimento regional por meio da educação superior.

  Categorias: