Uso das novas tecnologias contribui para o processo de aprendizagem

Uso das novas tecnologias contribui para o processo de aprendizagem
fevereiro 12 19:53 2015

EDUCAO1 1Em tempos de internet, a biblioteca é um espaço pouco frequentado por estudantes. A facilidade de acesso, rapidez e os demais atrativos do mundo virtual seduzem a todos, especialmente aos jovens. Assim, é cada vez mais comum ver jovens nos mais diferentes ambientes teclando em seus aparelhos celulares, sejam eles sofisticados ou não.

Na escola isso não é diferente. A inclusão dessas novas ferramentas tecnológicas e seus desdobramentos já faz parte da realidade escolar. E foi exatamente essa mudança dentro da sala de aula, no aprendizado direto do aluno, que motivou Gercivaldo Vale Peixoto, a realizar a pesquisa, “Aprendendo com Texto, Som e Imagem: Redes Sociais, Produtos culturais e Letramento Digital em Sala de Aula”.

A pesquisa conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, por meio do Edital Maranhão Faz Ciência – PROCIÊNCIA nº 019/2014, que tem como objetivo apoiar a participação de professores e estudantes da educação básica, em projetos de pesquisa desenvolvidos nas escolas públicas.

“A sociedade mudou e com ela mudou também as maneiras de ensinar. Com a inserção dessas novas tecnologias e de novos canais de comunicação no processo ensino-aprendizagem, na produção e reprodução e ressignificação de saberes, configura como importante problema científico do nosso tempo, cuja compreensão pode implicar diretamente na melhoria dos processos educativos”, justificou o pesquisador.

O município em que professor leciona, Rosário, foi escolhido para o trabalho e a pesquisa foi realizada com professores e alunos da rede pública do ensino fundamental maior. “Esses professores utilizam essas ferramentas tecnológicas em suas práticas de ensinamento”, destacou.

A proposta é buscar investigar o uso da internet e suas redes em articulação com produtos culturais, como filmes, livros, CDs e DVDs, como recurso de desenvolvimento das práticas de leitura e escrita, o letramento digital, de alunos do ensino fundamental maior nas aulas de Língua Portuguesa com vários enfoques sobre o tema.

“Qual o perfil dos alunos quanto ao letramento digital? De que forma esses alunos se apropriam da internet, das redes sociais e dos produtos culturais? Que práticas de letramento, os alunos, desenvolvem a partir do uso das redes sociais e dos produtos culturais? E ainda, que gêneros textuais fundamentam as práticas de leitura e escrita desses alunos? Quais os limites e as possibilidades do uso da internet e suas ferramentas e dos produtos culturais no desenvolvimento das práticas de leitura e escrita nas aulas de Língua Portuguesa?” São esses questionamentos que objetiva a pesquisa, explica o professor.

O trabalho é executado de várias formas, que vão desde a coleta de dados, observação in loco nas escolas, entrevistas até a aplicação de questionários. “Depois de concluirmos todas as etapas, iremos tabular os dados e sistematizar em gráficos para assim apresentarmos os resultados”, falou.

Com a pesquisa concluída ganham professores, alunos, o poder público e toda a educação do município. Gercivaldo justifica a importância do trabalho “no fato de poder saber mudar a realidade através de uma educação moderna que propicie ao aluno um maior interesse pelas aulas, sem perder o foco do conteúdo e sua prática”. Ainda segundo ele, o município de Rosário de posse desses dados, poderá oferecer formação continuada aos professores que ainda trabalham com uma metodologia mais tradicional sem inserir as ferramentas tecnológicas nas aulas.

 

  Categorias: