Workshop de Inovação discute o desenvolvimento e inovação no Estado

Workshop de Inovação discute o desenvolvimento e inovação no Estado
novembro 21 19:24 2011

 work“Sondagem de Inovação no Brasil: Avanços e Perspectivas”, com essa palestra foi iniciado, na manhã desta segunda-feira (21), 2° Worhshop de Inovação e Transferência de Tecnologia UFMA/EMPRESA. O evento, que acontece no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, até quarta-feira, 23, tem o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA)

 As discussões realizadas durante o workshop buscam aproximar a classe empresarial da comunidade acadêmica e incentivar o desenvolvimento de projetos de colaboração, visando o desenvolvimento de produtos e processos para o mercado. O evento conta com mesas-redondas para discutir o processo de inovação dentro das empresas, a propriedade intelectual e o desenvolvimento rural. Alguns representantes de agências de fomento vão estar presentes para falar sobre os fundos nacionais e locais para a inovação.  

 A palestra de abertura foi ministrada pelo economista da Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial – ABDI, Carlos Henrique de Mello Silva, que fez uma abordagem geral sobre inovação no Brasil. A Sondagem de Inovação é uma pesquisa realizada pela ABDI, com o intuito de acompanhar a evolução da inovação tecnológica na indústria brasileira. O palestrante destacou que o Maranhão está em uma etapa inicial no processo de inovação, mas tem o potencial para atingir um bom nível de desenvolvimento tecnológico.

 O evento contou com a participação do pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFMA, Fernando Carvalho Silva, da diretora do Departamento de Apoio a Projetos de Inovação e Gestão de Serviços Tecnológicos, Gilvanda Nunes, e da diretora-presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, Rosane Nassar Meireles Guerra.

 O workshop é também um espaço de promoção do saber para a sociedade acadêmica. “O evento é importante porque esclarece muitas dúvidas a respeito de patentes, já que um dos tripés da universidade é a pesquisa, então o aluno deve estar a par de tudo o que acontece nessa área”, declarou Iran Reis, aluno de Farmácia da UFMA.

 Falando sobre o estado, a presidente da FAPEMA, Rosane Guerra afirmou, que o Maranhão está ingressando na era de inovação tecnológica. “O tema inovação é bastante atual, pertinente e importante, pois congrega universidades e empresas em direção ao crescimento do estado”, destacou.

 O pró-feitor da Ufma, Fernando Carvalho, enfatizou que o objetivo do evento é “impulsionar a política de inovação no estado, trazendo avanços tecnológicos e melhorando a competitividade empresarial do Maranhão no cenário nacional”.

 Simpósio – paralelo ao workshop acontece o I Simpósio Internacional de Indicações Geográficas, Neste segundo evento está sendo discutido o desenvolvimento dos países emergentes por meio das indicações geográficas, segundo explicou a diretora do Departamento de Apoio a Projetos de Inovação e Gestão de Serviços Tecnológicos (DAPI), Gilvanda Nunes.

 “São palestras com representantes do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), mostrando o que são indicações geográficas, sua evolução histórica e os marcos regulatórios; sessões coordenadas sobre proteção às indicações geográficas nacionais e internacionais, com a presença de representantes de outros países”, conta. “Uma terceira sessão vai tratar dos movimentos pelas indicações geográficas no Maranhão e no Nordeste. Por fim, o evento culmina com uma proposta de criação de um Fórum Nordestino de Indicações Geográficas”, completa.

 

  Categorias: