Prêmio FAPEMA 2014: aplicativo é utilizado no monitoramento ambiental de zonas portuárias em São Luís

Prêmio FAPEMA 2014: aplicativo é utilizado no monitoramento ambiental de zonas portuárias em São Luís
dezembro 01 11:26 2014

JC - EXATAS E DA TERRAAs alterações biológicas desencadeadas pelo estresse provocado pelos poluentes são fundamentais para identificar sinais iniciais de danos ambientes aquáticos.

Utilizando esta técnica, a estudante de Ciências Biológicas, Josielma dos Santos Silva, sob orientação da professora doutora Raimunda Fortes, desenvolveu a pesquisa “Bio-ontologia como subsídio ao monitoramento ambiental em regiões portuárias de São Luís”.

“No Maranhão, há uma escassez de estudos que venham esclarecer a dinâmica dos xenobióticos e contaminantes presentes nos peixes de importância comercial. As populaçõesque se encontram no entorno do complexo portuário de São Luís estão suscetíveis às condições fisiológicas extremas em função dos poluentes oriundos dos navios”, justificou Josielma Silva.

O objetivo do estudo foi obter um modelo dos efeitos dos impactos ambientais nessa área a partir de uma base de dados, que são as Bio-ontologias.

“Essa base de dados foi alimentada com biomarcadores bioquímicos (respostas fisiológicas) de um peixe estuarino e as variáveis abióticas da região foram registradas no aplicativo Agente de Inferência de Dados Abióticos (a-IDA) e transmitidas para as Bio-ontologias”, explicou a orientadora Raimunda Fortes.

Pelo trabalho, Josielma Silva e Raimunda Fortes conquistaram o Prêmio FAPEMA 2014, na categoria Jovem Cientista, área de Ciências Exatas e da Terra.

“A conquista do Prêmio FAPEMA representa o reconhecimento de um trabalho realizado com dedicação e empenho. Conquistar esse prêmio me estimula a continuar estudando esta área e buscar mais conhecimento visando não somente uma conquista pessoal, mas para a minha universidade e meu estado”, finalizou Josielma.

  Categorias: